Triglicéridos elevados? Saiba o que não deve co...

Triglicéridos elevados? Saiba o que não deve comer

Triglicéridos elevados? Saiba o que não deve comer

Os triglicéridos (triglicerídeos ou triacilgliceróis) são a principal gordura no nosso organismo, compondo também a maior parte da gordura da obtida da dieta, animal e vegetal. Além das fontes alimentares, os triglicéridos também podem ser produzidos no nosso organismo, através da mobilização das reservas de gordura, sendo fonte de energia em períodos de escassez alimentar ou jejum prolongado. Quando em excesso no sangue, diz-se que a pessoa tem hipertrigliceridémia, e, geralmente, a sua causa (e tratamento) é alimentar.

 

Para compreender o porque de determinados alimentos aumentarem os níveis de triglicéridos, importa saber que, além da óbvia gordura da alimentação, também os hidratos de carbono em excesso podem ser prejudiciais, pois o açúcar (glicose) em excesso é convertido, no fígado, em triglicéridos que vão ser armazenados no tecido adiposo, aumentando as reservas de gordura. Se sofre de hipertrigliceridémia, saiba a que alimentos deve de estar atento(a):

 

  • Vegetais amiláceos. São vegetais ricos em amido, um hidrato de carbono complexo que, em excesso, pode causar elevação dos triglicéridos sanguíneos. Exemplos comuns destes vegetais são o milho (cereal), ervilhas, batata e batata-doce, que por serem, de facto, vegetais, podem involuntariamente ser consumidos em excesso. Desta forma, deve consumi-los com parcimónia, incluindo vegetais não amiláceos, como couves, brócolos, cogumelos  outros vegetais de folha verde.
  • Fruta. A fruta faz bem a saúde, é fonte de fibra e antioxidantes, e moderada em energia, mas... o seu nutriente principal é a frutose (açúcar simples). Por este motivo, se tem os triglicéridos elevados, deve consumir no máximo 3 peças de fruta por dia, e ter atenção ao excesso de frutas “disfarçado” em sumos e batidos de fruta ou em saladas e purés de fruta.
  • Leguminosas. Feijão, grão-de-bico, favas e lentilhas são exemplos de leguminosas, um vegetal rico em proteína, amido, mas também fibra, que além de saciante, reduz a velocidade de absorção do amido. Devem ser consumidas 2 a 3 vezes na semana, mas deve ter cuidado com os pratos de leguminosas que são, frequentemente, feitos em guisados, com carnes gordas, enchidos e excesso de óleos vegetais, tornando um prato de feijão, grão ou favas menos saudável. Procure consumi-las de forma simples, cozidas com peixe ou em saladas.
  • Bebidas alcoólicas. O álcool tem um grande potencial de elevação dos triglicéridos, pelo que deve suspender se sofre de hipertrigliceridémia. Mesmo o vinho tinto, que se sabe fazer bem ao coração, pode ser desaconselhado nestes casos, sendo consumido apenas em dias de excepção.
  • Conservas de peixe. O peixe faz bem à saúde e é uma excelente alternativa a carne como fonte de proteína de elevado valor biológico. Mas no seu formato conserva em óleo vegetal é uma enorme fonte de gordura. Opte pela mesma conserva mas na versão “ao natural”, ou seja, em água, temperado depois no prato com um pouco de azeite, por exemplo.
  • Côco. É uma fruta especial que, quando madura, é composta essencialmente por gordura e frequentemente a encontramos em cozinhados, bolos e biscoitos. Apesar de alguns estudos sugerirem benefícios do óleo de coco no emagrecimento e perda de gordura, tenha atenção ao seu consumo excessivo.
  • Farináceos. O consumo excessivo de farináceos, como o arroz, pão, massas, batata ou batata-doce tem como consequência a elevação dos triglicéridos do sangue. Reduza quantidade dos mesmos, colocando maior quantidade de vegetais não amiláceos no prato.
  • Gorduras. Alem das fontes óbvias, podem estar escondidas na carne (carnes vermelhas), queijos ou produtos de pastelaria, como bolos e croissants. Tenha atenção a estes alimentos e previra carnes magras, peixe, ovos, lácteos magros e pão integral.
  • Açucares refinados. Bolos, bolachas, biscoitos, doces, refrigerantes, sumos açucarados, açúcar de mesa e mesmo o mel, são fontes de elevadas quantidades de açúcar de absorção rápida, com as quais deve de cortar na hora de normalizar os seus triglicéridos.

 

  :: ARTIGOS RECOMENDADOS PARA SI

 

beneficiosdoexerciciocelulite
 
Colesterol
 
8plantasqueemagrecem
 

 


 

 

 

 

 

 

 



Mostrar por página
Ordenado por
Sementes Linhaça
Sementes Linhaça

A fonte mais rica de Ômega 3 existente na natureza. Um Super Alimento!

 
Antes 3,07 €
2,44 €
Você poupa 21 %
Sementes Linhaça Pack 3
Sementes Linhaça Pack 3

A fonte mais rica de Ômega 3 existente na natureza. Um Super Alimento!

 
Antes 9,22 €
6,36 €
Você poupa 31 %
Sementes Linhaça em Pó
Sementes Linhaça em Pó

A fonte mais rica de Ômega 3 existente na natureza. Um Super Alimento!

 
Antes 4,45 €
3,17 €
Você poupa 29 %
Sementes Linhaça em Pó Pack 3
Sementes Linhaça em Pó Pack 3

A fonte mais rica de Ômega 3 existente na natureza. Um Super Alimento!

 
Antes 13,36 €
9,12 €
Você poupa 32 %
Sementes de Chia
Sementes de Chia

Um superalimento que regula o colesterol e aumenta a imunidade do organismo.

Antes 3,06 €
2,41 €
Você poupa 21 %
Sementes de Chia Pack 3
Sementes de Chia Pack 3

Um Superalimento que regula o colesterol e aumenta a imunidade do organismo

 
Antes 9,19 €
6,58 €
Você poupa 28 %
Salmon Oil
Salmon Oil

Naturalmente rico em ómega-3. Ajuda a equilibrar os níveis de colesterol e triglicéridos.

Antes 17,10 €
11,81 €
Você poupa 31 %
Normo Colesterol
Normo Colesterol

Reduz o colesterol e triglicéridos, reduz o "mau" colesterol (LDL).

 
Antes 12,40 €
9,92 €
Você poupa 20 %
Normolip
Normolip
 

Controlo de níveis elevados de colesterol.

Antes 20,23 €
17,48 €
Você poupa 14 %
EPA Salmon Oil
EPA Salmon Oil

Naturalmente rico em Omega 3. Ajuda a equilibrar os níveis de colesterol e triglicéridos.

Antes 13,53 €
10,98 €
Você poupa 19 %