Já ouviu falar da dieta do jejum intermitente?

Já ouviu falar da dieta do jejum intermitente?

Já ouviu falar da dieta do jejum intermitente?

A dieta do jejum intermitente é um dos regimes alimentares mais falados no momento, com vista à perda de peso, redução de gordura e/ou auxilio na manutenção do peso saudável.

 

As bases da dieta

Esta dieta quebra com o conceito de emagrecimento saudável chamado de poli-fraccionamento, que pressupõe a necessidade de comer varias vezes ao longo do dia e evitar jejuns prolongados. A dieta do jejum intermitente propõe, pois, intercalar a dieta com períodos de jejum, alegando que este terá um efeito na optimização do metabolismo e, consequentemente, ma perda de peso.

Sabe-se que a longo prazo, o consumo calorias inferior às nossas necessidades energéticas, isto é, a restrição calórica prolongada, promove a desaceleração do metabolismo, fazendo com que o corpo se adapte fisiologicamente à restrição e consuma menos energia para as suas funções orgânicas. Não contradizendo esta ideia, os defensores do jejum intermitente defendem que o metabolismo, de facto, desacelera, mas tal só tem lugar cerca de 60 horas após o jejum, considerando que o mesmo acelera entre as 36 e as 48 horas de jejum. Defendem, também, que um período de jejum não superior a três dias, não acarreta também perdas significativas de massa muscular, com siderando que o catabolismo proteico (destruição de massa muscular para a produção de energia) ocorre essencialmente a partir do terceiro dia de jejum, portanto, para lá das 60 horas de jejum.

Os dias intercalares de ingestão calórica normal ou até superior as necessidades metabólicas permitirá, segundo os defensores deste padrão alimentar, que o corpo mantenha o metabolismo acelerado, em virtude da manutenção de níveis elevados de hormonas envolvidas na regulação metabólica, em particular, da leptina, hormona responsável pela saciedade.

 

Em que consiste o jejum intermitente

De forma geral, a dieta do jejum intermitente consiste em intercalar períodos de consumo alimentar tradicional, equilibrado e saudável, com períodos de jejum em que se limita a ingestão de alimentos. Existem actualmente vários protocolos de jejum intermitente, sendo que os períodos de jejum podem variar entre 12 a 24 horas e podem, ou não, incluir períodos de ingestão calórica elevada.

Exemplos de jejum intermitente incluem não ingerir alimentos por 16 horas e concentrar o consumo de alimentos nas 8 horas seguintes; ou jejuar por 20 horas e comer apenas em 4 horas do dia.

 

Prós e contras do jejum intermitente

Antes mais, importa referir que a dieta do jejum intermitente carece, ainda, de bases cientificas que sustentem o seu efeito a curto prazo e as suas consequências orgânicas a longo prazo, pelo que mais estudos serão necessários para determinar a sua eficácia e segurança enquanto regime de emagrecimento.

Como possíveis vantagens desta dieta, destacam-se a perda de massa gorda, normalização da tensão arterial e melhoria da sensibilidade à insulina, prevenindo doenças como a obesidade, diabetes e patologias cardiovasculares.

Como desvantagens, referem-se a possível falta de energia e apatia nos períodos de jejum, o apetite excessivo nesses períodos, a dificuldade em fazer exercício físico e a eventual perda de massa muscular em detrimento da massa gorda.

 

10errosalimentares
 
DIETA_PARA_EMAGRECER_RAPIDO
 
Controleoapetite_em7passos.jpg
 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 


Mostrar por página
Ordenado por
61 - 62 de 62 resultados
Pack Dieta Rapid (Sem Sabor)
Pack Dieta Rapid (Sem Sabor)

Batido substituto de refeição + Termogénico + Multivitamínico e mineral

 
 

Antes

55,71 €
39,99 €
Você poupa 28 %
Barriga Killer Intense Burn
Barriga Killer Intense Burn

Ajuda a perder peso e eliminar as gordulas localizadas

14,90 €
61 - 62 de 62 resultados