Couve-flor_um camaleão na cozinha

Couve-flor_um camaleão na cozinha

Couve-flor_um camaleão na cozinha

A couve-flor é um legume crucífero muito versátil, com um sabor e texturas fáceis de apreciar e que a tornam um camaleão na cozinha, pois pode fazer parte de inúmeros pratos. Pode ser prato principal, a base da sopa, o acompanhamento de legumes ou até substituir os farináceos mais calóricos, como o arroz, a massa ou a batata, com a grande vantagem de ter apenas 30 quilocalorias por porção e uma variedade de nutrientes, fibras e fito-químicos naturais altamente benéficos para a sua saúde.

 

Sopas. Em sopas, a couve-flor pode substituir a batata como nenhum outro legume, deixando a base igualmente aveludada e saborosa, sem dar cor e sem perceber quase de que não tem batata. Conseguirá, basicamente, o mesmo efeito, mas com muito menos calorias e hidratos de carbono, sendo, por isso, boa opção para diabéticos ou pessoas que pretendem perder peso.

 

Crocantes. Sim, a couve-flor pode saciar a vontade de comer um snack salgado e crocante, desde que não seja demasiado cozinhada. Experimento escaldar em água a ferver por 2-3 minutos e depois fritar em azeite bem quente. Vai supreender-se com o seu sabor e nem se lembrará das batatas fritas.

 

Vitaminas. É uma boa opção como acompanhamento de legumes, não ficando longe de nenhum deles em termos de antioxidantes, sobretudo a vitamina C. além disso, fornece também vitamina K, essencial na coagulação do sangue, ácido fólico, com actividade na formação das células sanguíneas, e vitaminas do complexo B, um dos motores do metabolismo energético.

 

Cores. Tal como o camaleão, também a couve-flor, habitualmente branca, existe nas variedades cor-de-laranja ou roxa, sendo mais ricas em beta-caroteno e antocianinas, respectivamente, dois antioxidantes poderosos que combatem a inflamação e previnem inúmeras doenças crónicas.

 

Puré. Sabia que pode fazer um delicoso puré branco, com menos calorias e sem batata? A couve-flor é dos melhores candidatos, tal como na sopa, a substituir a batata. Experimente que vai adorar.

 

Base de piza. Para quem pretende controlar o peso ou fugir ao glúten (farinha de trigo e outras com glúten), pode fazer uma belíssima base de piza com a couve-flor. Para obter uma textura mais elástica e saborosa, experimente misturar com mozarella e orégãos, e delicie-se.

 

Gratinada. É dos melhores legumes para gratinar no forno, sendo tão saciante que pode mesmo substituir a carne ou o peixe em pratos vegetarianos, desde que adicione uma fonte de proteína, o que, no caso dos gratinados, pode (e deve) ser o queijo.

 

Arroz. Se está de dieta e acha que o arroz é uma miragem, surpreenda-se com o arroz de couve-flor; visualmente, não se distingue, e o sabor é tão bom ou melhor, com a grande vantagem de “encher a barriga” com prazer e muito poucas calorias. Veja a nossa receita de arroz de couve-flor!

 

E muito mais. Experimente couve-flor em espetadas e grelhe. E couve-flor no forno, tostadinha com ervas aromáticas? Salteada com alho, sozinha ou com outros legumes, é outra excelente opção, além da tradicional forma cozida que, neste caso, será nutricionalmente mais valioso e mais saboroso se for feito ao vapor.

 

:: ARTIGOS RECOMENDADOS PARA SI

 

cebola1.jpg mel Figo