12 maus hábitos que afectam a sua saúde

12 maus hábitos que afectam a sua saúde

12 maus hábitos que afectam a sua saúde

1. Estalar os dedos. Esta hábito não incomoda só os seus amigos; pode mesmo prejudicar a saúde das suas articulações. O estalar das articulações dos dedos faz com que pequenas bolhas sejam libertadas no líquido sinovial (liquido que envolve as articulações e que é responsável pelo movimento natural). Contudo, este hábito não esta a associado ao desenvolvimento de artrite.

 

2. Roer as unhas. Pode danificar os dentes e a pele à volta das unhas, podendo levar ao desenvolvimento de infecções naquela zona. Também pode ser mais provável que apanhe infecções da garganta, gripes e constipações, pois estará constantemente a colocar os dedos, veículo de germes, na boca. Muitas vezes associado ao stresse, roer as unhas pode ser tratado com exercício ou outras técnicas de relaxamento.

 

3. Dormir pouco. Dorme pouco para aproveitar dia e noite ao máximo e trabalhar mais um pouco? Pois saiba que é um péssimo hábito que, além de o tornar um zoombie durante o dia, está associado a problemas de saúde como o excesso de peso, hipertensão arterial, diabetes, depressão e problemas de coração. Estabeleça uma rotina de sono e procure dormir 7-8h por dia.

 

4. Headphones no máximo. O som é medido em decibeis (por exemplo, uma conversa normal passa-se a cerca de 60 decibeis), sendo que o excesso pode danificar irreversivelmente a audição. Para segurança, procure não ultrapassar os 75 decibeis (mais ou menos o som de um aspirador) e não utilize os headphones por mais de 2 horas seguidas.

 

5. Internet antes de dormir. Pegar no telefone ou similar para ficar a par das notícias e navegar um pouco na internet antes de dormir pode afectar grandemente a qualidade do seu sono. Isto deve-se sobretudo ao estímulo luminoso, sendo que até mesmo uma luz fraca azulada pode estar associada a distúrbios no sono e aos consequentes problemas de saúde associados. Evite ao máximo estas fontes luminosas e opte por ler um livro antes de dormir.

 

6. Sentado o dia todo. Se trabalha sentado e só se levanta para ir almoçar, passa muitas horas sentado. Este hábito prejudica o metabolismo, diminuindo-o, e a circulação sanguínea, podendo levar ao aumento de peso. A cada hora, deve levantar-se por 2 minutos e andar, mexer-se, alongar...

 

7. Consumo de álcool. Ainda que só beba socialmente, saiba que homens que bebem mais de 14 bebidas por semana e mulheres que bebem mais de 7 tem maior probabilidade de desenvolver insuficiência renal, problemas de fígado, doenças cardiovasculares, problemas digestivos e alguns tipos de cancro.

 

8. Comer em excesso. Mesmo que seja comida saudável, comer grandes quantidades vai levar, inevitavelmente, ao aumento de peso. O excesso de peso está, por sua vez, associado a doenças cardíacas, hipertensão, diabetes e doenças cancerígenas. Tudo é uma questão de hábito, pelo que deve educar-se a comer porções menores.

 

9. Comer depressa. A vida agitada de hoje leva a que muitas pessoas não tenham muito tempo para comer e, por isso, fazem as suas refeições muito depressa. Além de isto fazer com que sinta mais fome e tenha de comer mais para se saciar, levando ao possível aumento de peso, mais cedo ou mais tarde os problemas digestivos vão surgir, como azia, enfartamento e digestões difíceis. Se o tempo é escasso, opte por porções menores e mastigue bem os alimentos.

 

10. Junk food. Comer regularmente alimentos ricos em açucares, farinhas refinadas, sal e/ou gordura é, talvez, o pior comportamento alimentar que pode ter. Além de serem alimentos com pobre poder saciante, devido à digestão e absorção rápidas, têm muito pobre valor nutricional (poucas proteínas, vitaminas, fibras, minerais...). O seu consumo está associado a obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes e doenças cancerígenas.

 

11. Passar muito tempo sozinho. De vez em quando é bom, mas passar a maioria do tempo sozinho parece estar associado a  depressão, doenças neuro-degenerativas e inflamação. Socializar e conectar-se com os outros é saudável e natural, pelo que deve procurar actividades conjuntas (família, amigos, clubes...).

 

12. Fumar. O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável no mundo. Procure ajuda profissional para cessar o hábito tabágico e ganhe qualidade e anos de vida.

 

:: ARTIGOS RECOMENDADOS PARA SI
Hidratesepelasuasaude Alimente-senutrabemasuapele Naodeixeotempoafectaraliemtacao