Surpreenda-se: 6 alimentos que podem ser saudáv...

Surpreenda-se: 6 alimentos que podem ser saudáveis

Surpreenda-se: 6 alimentos que podem ser saudáveis

Alguns alimentos são sempre olhados como os 'maus da fita', mas saiba que nem sempre é assim.

Surpreenda-se com alguns alimentos que podem ser úteis pelo seu valor nutricional.

 

Pasta. É um farináceo e é isto como vilão das dietas de emagrecimento, mas exclui-lo para sempre da sua alimentação é um grande erro, embora possa ser útil retirá-las, por exemplo, da refeição da noite por algum tempo, tendo em vista a perda de peso mais rápida. A pasta (ou massas) são muito saudáveis, ajudando a saciar enquanto dão energia para as tarefas diárias e para o exercício. Opte pelas melhores opções, ou seja, as massas integrais e sem cozinhadas “al-dente”, pois desta forma têm menos calorias e saciam por mais tempo. E se o seu problema é o glúten, existente no trigo e seus derivados, pode sempre optar pelas versões de massas sem glúten.

 

Carnes vermelhas. As carnes vermelhas (vaca, cabrito, borrego) tem sido associadas ao aumento do colesterol, devido às gorduras saturadas e às gorduras trans, e ainda a alguns tipos de cancro, como o do cólon e o da mama. Porém, esta associação refere-se ao consumo excessivo deste tipo de carnes, sendo que o consumo moderado até uma vez por mês é permitido. Importa referir que são particularmente ricas em proteínas, ferro, niacina, zinco e vitamina B12, podendo até ser muito úteis no tratamento de anemia por falta de ferro e/ou B12.

 

Pipocas. Associa a uma grande pecado, não é? Mas é um equivoco, pois podem mesmo ser um aliado do emagrecimento, sendo um excelente snack para controlar o apetite ao longo do dia. Opte pela sua versão natural, sem açúcar nem sal, e delicie-se. Ainda, são ricas em vitaminas do complexo B, manganês e magnésio.

 

Mel. É doce, mas não é a mesma coisa que sacarose (açúcar de mesa), sendo mesmo considerado por muitos um super-alimento, devido as suas propriedades terapêuticas. O seu açúcar principal é a frutose (açúcar de metabolização lenta) e contem um sem numero de  antioxidantes e substancias benéficas para o sistema imunitário, com efeitos anti-inflamatórios reconhecidos. Alem disso, é também um alimento que contem substancias que alimentam as bactérias do intestino, promovendo uma flora intestinal saudável.

 

Manteiga de oleaginosas. A palavra manteiga pode induzir em erro, pois o valor nutricional das manteigas de oleaginosas, sendo as de amendoim e de amêndoa as mais famosas, é bastante diferente da manteiga de vaca tradicional. Desde logo, são um alimento feito essencialmente (quase 100%) da trituração das oleaginosas, reunindo, pois, quase todas as características saudáveis  destes frutos, nomeadamente, o baixo teor em açucares, a fonte de óleos insaturados ómega-3, fibra e proteína.

 

Chocolate. O inimigo numero um das dietas não é, na verdade, seu inimigo, desde que faça a escolha mais saudável. O cacau é, originalmente, rico em antioxidantes poderosos que contribuem para a prevenção do envelhecimento, cancros, doenças inflamatórias, diabetes, doenças cardiovasculares e, ainda, podem ajudar a perda de peso. Deve optar pelas opções de chocolate com 70% ou mais de cacau, contendo muito menos açúcar e mais benefícios de saúde.

:: ARTIGOS RECOMENDADOS PARA SI
Motivacao-para-emagrecer.jpg plano-alimentar-semanal.jpg 10razoes_paranabusardoacucar.jpg